domingo, 21 de dezembro de 2014

CANTATA DE NATAL: NOITE FELIZ NO SANTUÁRIO SÃO BENEDITO EM PEDREIRAS




Aconteceu nesta sexta-feira, pela segunda vez em Pedreiras, a Cantata de Natal organizando pelo Santuário de São Benedito.

Uma noite iluminada e cheia de encantos no Patamar da Cultura mobilizou juntou centenas de pessoas para ver a exposição de presépios, árvores de natal, encenações teatrais e também participar da apresentação do coral das Crianças. 

A noite se abrilhantou por completo com o lançamento do coral Vozes de São Benedito composto por artistas da Terra.

Para a noite ficar mais divertida, aconteceu o sorteio de brindes, presentes entregues pelo próprio Papai Noel que fez a alegria de crianças e adultos no Patamar da Fé; no Patamar de Nosso Senhor Jesus Cristo, que nasce em cada gesto de amor com o irmão.

A dia 19 de dezembro de 2014 ficará na memória das mais de 500 pessoas presentes, como uma noite de encantos, magia, beleza e Fé.

Matéria: Evandro  Jr.

CONFRATERNIZAÇÃO DOS ARTISTAS DE PEDREIRAS E TRIZIDELA DO VALE-MA

Por: Joaquim Filho

Aconteceu nessa quinta-feira (18), no Terraço Xavier, no município de Trizidela do Vale-MA, a confraternização dos artistas de Pedreiras e Trizidela do Vale, com muita música ao vivo, comida, bebida, recital de poesia, causos, estórias e aquele bate-papo entre correligionários da classe. O evento partiu dos proprietários do espaço, o casal Nezilda Lima e Pachequinho que realizaram uma festa bem organizada, na qual nada faltou aos convidados. Muitos artistas passaram por lá e deixaram a sua marca, que teve início ao meio dia e varou por toda a noite. Veja algumas imagens dos melhores momentos desse encontro que já marcou a história da cultura das duas cidades. Destaque para a presença do Predente da FUP, o senhor Cajueiro Pachêco, que dentro dos seus limites e força de vontade tem sido muito solícito e prsente no meio dos artistas.


  
  
  
  
  

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

COLABORE! 3.500 CRIANÇAS ESPERAM SUA AJUDA


A Paróquia Santo Antônio de Pádua, através do Conselho Paroquial e parceiros, estão organizando o Natal das Crianças de Trizidela do Vale, a realizar-se-á no dia 25 de Dezembro às 18 horas na quadra de esporte.

Nosso objetivo é fazer feliz, 3.500 crianças, com distribuição de brinquedos, lanches e muitas brincadeiras. Mas, para que atingimos nosso objetivo precisamos de sua colaboração com doações de brinquedos e lanche.

Locais para entrega:
  • Na Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua,
  • Secretaria Paroquial,
  • Secretaria Municipal de Educação de Trizidela do Vale, 
  • Dirigente das comunidades da Matriz e Rurais

PÁLIDA LEMBRANÇA



PÁLIDA LEMBRANÇA

Por que os anos se foram tão depressa?
Por que o tempo seguiu e não parou?
Por que segui, também com tanta pressa?
E não fiquei com tudo que ficou?

Como a tocha voraz que se arremessa
Sobre a relva que um dia o sol secou,
Foi desdita cruel sobre a promessa
Que meu peito infeliz acalentou.

Nosso idílio belo como a lua
A espalhar-se num lago de água mansa,
Unia minha alma a alma tua.

E hoje, já desfeita a esperança
Em meu peito apenas se insinua
Uma eterna e pálida lembrança.



É retórica a “Pálida Lembrança”

Ana Néres Pessoa Lima Góis


“Ainda que pregue que não há consolo satisfatório, talvez satisfaça-nos em parte o que possa brotar com o tempo sendo o maior conciliador...”

João de Sá Barrêto
Como costuma dizer Samuel Barrêto citando Jessier Quirino: “A morte é um louco roçando mato”. Então, em sua euforia sem razão, esta colheu a presença material de seu João Barrêto dentre nós sem nos deixar satisfação... Mas felizmente esse “louco de foice na mão”, não pôde fazer o mesmo com seu lirismo que fincou raízes e floriu no solo ludicamente pedregoso de Pedreiras, chegando até aos seus arredores, de onde eu pude contemplar seu poema maior em que descobri ser apenas retórica a “Pálida Lembrança”, que na verdade como em toda sua obra, que conheci como leitora e agora conheço como pesquisadora, está recheada das lembranças mais nítidas e transcrevíveis das impressões e vivencias do poeta.

Palavreando Ferreira Gullar em “Meu povo e meu poema crescem juntos”, João de Sá, pelo teor que nos remete o “Barreto”, ainda em vida já tinha doado-se ao barro fértil de pedreiras, onde mesmo as pedras grandes e pequenas, a ainda as atiradas, não o impediram se lavrar-se juntamente com seu povo, e ainda juntamente a ele se dar ao crescimento rumo ao comprometimento pelo bem de sua terra, e também o digo baseado em sua obra, que este juntamente a ele, povo, se fez árvore, e em se fazendo árvore, se fez sombra para que continuassem crescendo, pois as ervas daninhas da politicagem às vistas de João, eram ainda a pior praga de sua terra e de seu Rio.

Infelizmente foi pouco o espaço de tempo que me separou do conhecimento da obra e do artista, porém, são tão nítidas as impressões deixadas por sua pena, que chego a sentir o timbre da voz nos esmerados acordes poéticos recitados por Seu João. Creio que seu nome será lembrado como uma das maiores vozes poéticas de Pedreiras. Com certeza serão comemorados ainda incontáveis anos, não de morte, mas da imortalidade da fala do vate de voz que canta e cantará eternamente o lirismo da nostalgia, da vida e do amor, principalmente do amor que o faz denunciar com tom de protesto e crítica sobre os males, que à sua vista se abatem sobre sua terra, em que agora além de poeticamente, literalmente está plantado e suas raízes poéticas florescerão e darão frutos eternamente!

Hoje, 18 de dezembro, data que se comemoraria o aniversário do poeta João Barrêto, fazemos esta publicação para homenageá-lo, pois os poetas e escritores são seres imortais. 

MOBILIDADE URBANA: VOCÊ TAMBÉM VAI QUERER UMA!


Quando o Cuscuz vira paçoca! 

Aproveito o gancho deste pequeno vídeo para entrar na discussão de um grande problema, que, com o passar dos dias só aumenta em Pedreiras e Trizidela  do Vale. A utilização organizada das vias por veículos motorizados, veículos não motorizados, pedestres e animais de tração, para fins de circulação, parada ou estacionamento ou parada passageira, parecem não atender qualquer tipo de Lei neste pedacinho tropical de mundo.

Congestionamentos, engarrafamentos, acidentes e tudo mais que possa acontecer de ruim no trânsito, já pode ser visto nas cidade mearinenses, Pedreiras e Trizidela do Vale. 

O trânsito se tornou uma das maiores dores de cabeça para a população, e principalmente para os gestores municipais. O acúmulo de veículos nas ruas causa prejuízos, estresse, acidentes e poluição, e tende a piorar nos próximos anos, caso não sejam adotadas políticas mais eficientes. Acreditamos que um passo importante foi dado, que é a pavimentação asfáltica; no entanto, não é suficiente para acabar com tantos problemas. 

A concentração de pessoas nas cidades, à falta de planejamento urbano, o incentivos à indústria automotora e ao maior poder de consumo das famílias acelerou e vem deixando o bendito trânsito organizado para trás. Esse fatores reunidos gera uma coisinha chamada de crise de mobilidade urbana, que acontece quando o Estado não consegue oferecer condições para que as pessoas se desloquem nas cidades.

Conceituando mobilidade urbana, podemos dizer que é a condição em que se realizam os deslocamentos de pessoas e cargas no espaço urbano de um Município.  Assim, a mobilidade urbana adequada é obtida por meio de políticas de transporte e circulação que visam a melhoria da acessibilidade e mobilidade das pessoas e cargas no espaço urbano, através da priorização dos modos de transporte coletivo e não motorizados de maneira efetiva, socialmente inclusiva e ecologicamente sustentável.

Cidades gêmeas siamesas, como Pedreiras e Trizidela do Vale sofrem do mesmo mal, e, se não pensarem juntas alternativas para resolver tantos problemas, iremos padecer e todos sofreremos as consequências de não fazermos nada pelas nossas cidades.

Nos próximos dias vamos explorar mais o assunto e mostrar outas situações cotidianas em nossas cidades.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

AGORA VAI: SIMPLÍCIO ARAUJO BENEFICIA MÉDIO MEARIM


SIMPLÍCIO ARAUJO BENEFICIA MÉDIO MEARIM COM VÁRIAS EMENDAS E INCLUI RECURSOS PARA A SEGUNDA PONTE SOBRE RIO MEARIM ENTRE PEDREIRAS E TRIZIDELA DO VALE

O Deputado Federal está beneficiando Pedreiras, Trizidela do Vale e toda a região do Médio Mearim com recursos de suas emendas parlamentares. São mais de 13 milhões em apenas dois anos, incluindo o valor de 7 milhões de reais, para a construção da segunda ponte sobre o Rio Mearim entre Pedreiras e Trizidela do Vale, além de diversas outras para os municípios de Peritoró, Lima Campos, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim e Poção de Pedras.

O Deputado federal Simplício Araújo inclusive recebeu a visita do Prefeito Totonho Chicote e sua assessora Tinana Balé em seu gabinete na câmara dos deputados em Brasília em busca de emendas parlamentares para o município de Pedreiras.

Simplício Araújo explicou que o prazo para emendas tinha vencido no dia anterior, apenas alguns parlamentares que tiveram seus gabinetes prejudicados pelas chuvas que castigaram Brasília e alagaram a Câmara ainda tinham até meio dia de hoje para indicar suas emendas.
O Deputado Federal mostrou ao prefeito as emendas que haviam sido destinadas dentro do prazo legal e vão beneficiar Pedreiras, Trizidela do Vale e toda a região do Médio Mearim.

O Deputado solicitou ao Prefeito ajuda na conscientização dos proprietários de terra às margens do Rio Mearim em Pedreiras para que os mesmos possam colaborar doando os respectivos acessos para a segunda ponte, o Deputado já fez o mesmo pedido ao prefeito Fred Maia.

A oportunidade da visita permitiu que o Deputado Simplício Araújo ouvisse do Prefeito de Pedreiras Totonho Chicote as explicações para a demora na construção da Praça do Seringal e da Urbanização do Caís em pedreiras, segundo o prefeito, as obras serão licitadas ainda este ano, pois estavam aguardando apenas a realização de alguns cálculos estruturais por um Arquiteto que estaria esta semana em Pedreiras realizando tal serviço.

Com apenas dois anos de Mandato o Deputado Federal Simplício Araújo já destinou um montante de R$ 13.572.300,00 para a região de Pedreiras, conforme descriminado abaixo:
  • Pedreiras Aparelhamento do IFMA 1.500.000,00
  • Pedreiras Praça do Seringal 300.000,00
  • Pedreiras Melhoramento e urbanização da rampa do Cais 300.000,00
  • Trizidela do Vale Construção da Praça da Juventude 1.950.000,00
  • Pedreiras Construção de segunda ponte entre os municípios de Pedreiras e Trizidela do Vale 7.000.000,00
  • Pedreiras Aparelhamento de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Trizidela do Vale Aparelhamento de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Esperantinopolis Aparelhamento de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Igarapé Grande Aparelhamento de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Santo Antonio dos Lopes Apar. de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Peritoró Aparelhamento de Conselho Tutelar 60.000,00
  • Lima Campos Estruturação de Rede de Serviços na atenção básica de saúde 670.000,00
  • Poção de Pedras Estruturação de Rede de Serviços na atenção básica de saúde 400.000,00
  • Peritoró Estrut. de Rede de Serviços na atenção básica 290.000,00
  • Lago do Junco Apoio a manutenção de unidades de saúde 600.000,00
  • Bernardo do Mearim Estruturação de Rede de Serviços na atenção básica de saúde 202.300,00
(observação: Emendas empenhadas até o momento ou impositivas)

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

PEDREIRAS: ANVISA APREENDE GRANDE QUANTIDADE DE MEDICAMENTOS FALSOS

U
QUAL O VERDADEIRO?

A Superintendência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Maranhão (SUVISA), desde ontem, segunda-feira, 15/12, está com duas equipes nas regiões de Pedreiras e Trizidela do Vale fazendo diligências no intuito de fiscalizar o comércio de produtos farmacêuticos e investigar denuncias sobre a venda de medicamentos falsificados que estaria sendo muito grande em nossa região.

Hoje pela manhã encontramos em Trizidela do Vale a equipe chefiada pelo superintendente Paulo Jessé Gonçalves Silva (ANVISA) que estava ao lado do  chefe do Setor de Produtos da SUVISA, Raimundo Nonato. Jessé, que após percorrer numerosas farmácias, distribuidoras, supermercados, mercearias  e o comércio em geral, falou com preocupação da quantidade de medicamentos irregulares  e falsos que foram aprendidos em Pedreiras. 

"Recebemos uma grave denuncia do Laboratório Sobral de que na região de Pedreiras estava havendo um grande derramamento de produtos falsos, usando a marca piauiense, que é campeã de vendas, principalmente entre as pessoas mais carentes", nos relatou o superintendente Paulo Jessé.

Paulo revela ainda que, o medicamento Tintura de Jalapa Sobral 200 ml encontrado nos estabelecimentos fiscalizados em Pedreiras e Trizidela do Vale, cerca de 90 %  do que foi constatado é falso.


O superintendente destaca, que apesar da grande quantidade de produto apreendido em Pedreiras, no comércio local, foi possível encontrar na Distribuidora Chicote de Medicamentos, em Trizidela do Vale, o produto original. Que foi verificado após fiscalização sanitária.

O empresário Chico Chicote proprietário da Distribuidora Chicote de Medicamentos, e a gerente Comercial Ana Carla Chicote, afirmam que a política da empresa não permitem qualquer atividade que venha de encontro aos interesses da Vigilância Sanitária OU que possam prejudicar a saúde de qualquer pessoa. Chico Chicote nos fala que sua distribuidora nos últimos três anos vem passando por um processo de crescimento, renovação e melhorias para que em breve atinjam um padrão de excelência e qualidade na prestação de serviços de venda de produtos farmacêuticos. 

No Brasil, o acesso da população aos medicamentos falsificados ou fabricados irregularmente é amplo e o poder de fiscalização das autoridades é precário. 

Medicamento ORIGINAL, encontrado na Distribuidora 
de Medicamentos Chicote em Trizidela do Vale. 
Sobre as penalidades para quem vende e falsifica medicamentos, estão previstas em lei federal, as penalidades cabíveis às farmácias ou drogarias que forem flagradas comercializando medicamentos falsos ou irregulares no Brasil vão desde o pagamento de multas até a interdição definitiva do estabelecimento. No Código Penal brasileiro, é considerado crime hediondo contra a saúde pública “a venda, comercialização, exposição, manutenção e estoque de medicamentos falsificados”. A pena mínima prevista para o crime é de dez anos. 

VEJA ENTREVISTA COM O SUPERINTENDENTE DA SUVISA PAULO  JESSÉ

Entrevista com Paulo Jessé, Superintendente da SUVISA no MA

COLUNA AR-15: Uma nova política para Pedreiras!!!

Senhor Novo.  Reconhece?

Analisando os últimos 20 anos de nossa história política municipal e os prefeitos desse período, podemos dizer absolutamente que o nosso povo tem buscado intensamente a mudança e acreditado que pode mudar essa nossa triste realidade política e social através dos nossos quadros políticos apresentados nos sucessivos pleitos eleitorais passados. Em 1996 Edmílson Filho capitalizou tão veementemente esse sentimento de renovação que saiu dos 3% de intenções de votos 90 dias antes da eleição para uma fragorosa vitória 03 meses depois. Frustrou. Raimundo Louro herdou esse mesmo sentimento do nosso povo e deu um show eleitoral. Decepcionou. Lenoílson ressuscitou o sentimento de novos ares e nova forma de fazer política. Não fez diferente dos demais. Veio Totonho Chicote nesse embalo e estamos presenciando o desastre político e administrativo e o desencanto e revolta de nosso povo.

Mas analisemos mais profundamente a situação e vejamos o que tem feito dessas gestões tão grandes malogros. Não é difícil se achar o ponto comum entre todos na campanha e durante o governo. É algo patente, claro, evidente, que salta aos olhos e que inviabiliza qualquer boa fé de se fazer uma gestão séria; algo que foi inaugurada por aqui durante a campanha de Edmilson Filho em 1996: o abuso do poder econômico, a agiotagem eleitoral, o empresariamento da campanha, a compra de votos, a malfadada boca-de-urna, os showmícios, campanhas milionárias que comprometem já todo o governo futuro, pois se gastou terá que pagar. E esse dinheiro a juros altíssimos vai ter que ser pago e vai sair é dos cofres públicos!!!

É esse o grande mal! O câncer a ser combatido é esse!!! A doença a ser extirpada é essa!!!

Isso tem impedido que os governos últimos de Pedreiras sejam para a cidade e para o povo! E nossos governos e prefeitos têm sido reféns dos agiotas que financiaram suas campanhas e que sangram os cofres públicos em milhões e milhões que fazem falta às obras essenciais, à saúde, à educação, ao funcionalismo... a tudo. E os prefeitos não têm como fugir a esses agiotas: ou pagam ou morrem ou perdem seus bens particulares penhorados!

Daí advêm escândalos como os que o Fantástico vem mostrando semanalmente. Por isso as licitações são fraudulentas, as notas fiscais são frias, as empresas são fantasmas, os preços são superfaturados, os serviços públicos não funcionam ou são de péssima qualidade e a corrupção impera e verdadeiras quadrilhas são instaladas nas gestões públicas e gângsters controlam prefeitos e prefeituras.

Precisamos mudar essa realidade!!! E urgente!!! Como???!!! Com UMA NOVA POLÍTICA PARA PEDREIRAS! Proponho um movimento liderado por pessoas que pensem como eu, que queiram destruir e quebrar essa cadeia maléfica em nossa cidade que oprime, escraviza e mata o nosso povo. 

Partamos aos vários segmentos da sociedade, movimentos sociais e populares, lideranças, entidades, juventude, igrejas e a sociedade em geral, num amplo debate, para discutir o que queremos para Pedreiras de fato nas próximas eleições. Vamos discutir e planejar UMA NOVA POLÍTICA PARA PEDREIRAS, combatendo a agiotagem eleitoral, a compra de votos, a boca de urna, o abuso do poder econômico e político na captação do voto, o uso da máquina pública, a exploração da miséria. Vamos defender uma campanha limpa, propositiva, de discussão de idéias e propostas de solução de nossos problemas estruturais e setoriais, sem ataques pessoais, simples, pé no chão, com o engajamento de todos por acreditar no propósito defendido para a coletividade, não por interesses pessoais em se beneficiar pessoalmente do governo que for eleito.

Quem topa? Eu vou! Tem mais gente com quem já conversei e que vai comigo. E você?

Allan Roberto Costa Silva, médico, ex-Vereador-Presidente da Câmara Municipal de Pedreiras, membro da Academia Pedreirense de Letras-APL e da Associação de Poetas e Escritores de Pedreiras-APOESP. E-mail: arcs.rob@hotmail.com

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

A ALEGRIA DO DIA DA BÍBLIA EM PEDREIRAS


Concentração na Avenida João do Vale






 HISTÓRIA - Celebrado no segundo domingo de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP). 

E, graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela entidade, o Dia da Bíblia passou a ser comemorado não só no segundo domingo de dezembro, mas também ao longo de todas a semana que antecede a data. Desde dezembro de 2001, essa comemoração tão especial passou a integrar o calendário oficial do país, graças à Lei Federal 10.335, que instituiu a celebração do Dia da Bíblia em todo o território nacional.

Hoje, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus por esse alimento para a vida.

EM PEDREIRAS E TRIZIDELA DO VALE, é tradição celebrar este dia com grandes carreatas, cultos, concentrações, leitura em maratonas  e distribuição de folhetos ou bíblias. 

Neste último domingo, 14/12, uma grande carreata tomou as principais avenidas da cidade, e  com muita alegria, música e louvor , as comunidades evangélicas de Pedreiras e Trizidela do Vale espalharam fé e esperança por onde passavam. 

Mesmo com a chuva  e o clima frio que tomou a noite, a Praça do Jardim em Pedreiras, ficou tomada onde foi realizada a celebração do culto e o grande show com a cantora gospel Heloísa Rosa.

LEIA A BÍBLIA: ACESSE ESTE LINK E LEIA A BÍBLIA OU SIMPLESMENTE BAIXE NO SEU CELULAR!

PARALISAÇÃO | SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS ENGROSSAM A VOZ E SAEM ÀS RUAS PARA PROTESTAR



Os servidores da educação de Pedreiras, como prometido foram às ruas, à praça, ao palácio municipal e depois adentraram a Câmara de Vereadores. 

Dr. Allan sobe na cadeira e brada. 
Uma pequena multidão, que seu reuniu nas primeiras horas do dia, na Praça Corrêa de Araújo, nesta segunda-feira, 15/12, organizadamente, fez muito barulho. 

Os servidores reclamando da demora no recebimento de seus proventos, esgotaram a paciência e partiram, pacificamente, para o protesto e paralisação. 

Hoje pela manhã, entrevistamos alguns manifestantes e apoiadores do movimento: Veja no vídeo abaixo as entrevistas do vereador Antônio França;  a supervisora escolar Dona Graça; o médico Allan Roberto, apoiador do protesto e os professores Eliud Santos e Zé Barreto. 

Entrando pela tarde, e após o clima esquentar na plenária, os professores ainda permaneceram na Câmara de Vereadores, em negociação com o presidente Robson Rios, após a sessão da câmara ser suspensa.